Sonae reforça peso das mulheres em posições de liderança

A European Roundtable of Industrialists analisou 34 grandes empresas europeias, com a Sonae a estar entre as que têm maior percentagem de mulheres em funções de liderança. Empresa portuguesa tem como meta garantir 30% de mulheres em cargos de Senior e Top Management até 2020.

Fleed

  • Sonae realizou neste Dia da Mulher uma sessão de esclarecimento sobre cancro da mama | Fonte: Sonae
auto auto

 

A Sonae está entre as empresas europeias com maior percentagem de mulheres em posições de liderança, segundo a análise elaborada pela European Roundtable of Industrialists (ERT), organização que junta líderes das principais empresas europeias. No final do último ano, 32,9% das posições de liderança na Sonae eram já ocupadas por mulheres, ou seja, um em cada três cargos tinham uma liderança feminina.

Segundo adiantou em comunicado, “a Sonae pretende continuar a reforçar o peso das mulheres em posições de liderança, tendo estabelecido como objetivo garantir até 2020 uma representação de 30% nos níveis Senior e Top Management da organização”.

Este peso crescente das mulheres em posições de topo na Sonae já é visível ao nível do Conselho de Administração e no Conselho de Supervisão da Sonae, onde hoje um em cada quatro membros é mulher, e representa uma forte evolução desde 2013, ano em que o peso rondava os 10%.

“Na Sonae, existe paridade entre géneros ao nível do número total de colaboradores, a qual tem contribuído para o crescente número de mulheres em funções de liderança. A Sonae promove políticas ativas de desenvolvimento de talento, que têm contribuído para o surgimento de novos líderes dentro da organização”, conclui a Sonae em comunicado.

redacao@fleed.pt

 

A Sonae está entre as empresas europeias com maior percentagem de mulheres em posições de liderança, segundo a análise elaborada pela European Roundtable of Industrialists (ERT), organização que junta líderes das principais empresas europeias. No final do último ano, 32,9% das posições de liderança na Sonae eram já ocupadas por mulheres, ou seja, um em cada três cargos tinham uma liderança feminina.

Segundo adiantou em comunicado, “a Sonae pretende continuar a reforçar o peso das mulheres em posições de liderança, tendo estabelecido como objetivo garantir até 2020 uma representação de 30% nos níveis Senior e Top Management da organização”.

Este peso crescente das mulheres em posições de topo na Sonae já é visível ao nível do Conselho de Administração e no Conselho de Supervisão da Sonae, onde hoje um em cada quatro membros é mulher, e representa uma forte evolução desde 2013, ano em que o peso rondava os 10%.

“Na Sonae, existe paridade entre géneros ao nível do número total de colaboradores, a qual tem contribuído para o crescente número de mulheres em funções de liderança. A Sonae promove políticas ativas de desenvolvimento de talento, que têm contribuído para o surgimento de novos líderes dentro da organização”, conclui a Sonae em comunicado.

redacao@fleed.pt

Mais sobre o tema